Estratégia: os cinco P’s

Os cinco P’s da Estratégia

Por Adler Ferreira

O modelo dos cinco P’s da estratégia foi desenvolvido por Pryor, Toombs e White para o livro “Strategic Quality Management” e para uso em seus respectivos locais de trabalho.

Os autores do modelo dos cinco 5 P’s da estratégia estudaram sob orientação do Dr. W. Edwards Deming, Dr. Joseph Juran, Dr. Peter Senge, e outros especialistas bem conhecidos.

Gestão Estratégica no modelo cinco P’s

É um modelo de Gestão Estratégica que requer o alinhamento de 5 (cinco) variáveis para melhorar as organizações e suas operações: Propósito, Princípios, Processos, Pessoas e Performance são elas:

  • Propósito envolve todos os elementos que constituem a intenção de uma organização. Isso inclui a missão, visão, metas, objetivos e estratégias.
  •  Princípios são as filosofias orientadoras, hipóteses ou atitudes sobre como a organização deve operar e como deve conduzir seus negócios. Esta variável inclui a base de integridade, ética e valores fundamentais dos quais se espera compromisso por parte dos empregados quando estes são contratados.
  • Processos são as estruturas organizacionais, sistemas e procedimentos que são usados para fabricar os produtos ou efetuar os serviços que a organização oferece, assim como a infraestrutura e regras que sustentam esses sistemas e procedimentos.
  • Pessoas são os indivíduos (e times de pessoas) que trabalham de maneira consistente com os Princípios e Processos de uma organização para atingir seu Propósito. Elas são o componente ativo que alcança os resultados do trabalho.
  •  Performance abrange todas as métricas, medidas e resultados esperados que indicam o estado de uma organização, e são usados como critérios tomada de decisões. Os resultados da Performance são reintroduzidos no processo de gestão estratégica para prover um meio de controle e feedback.

Para uma organização ser eficiente e efetiva, teorias organizacionais sócio técnicas sugerem que todas estas cinco variáveis devem estar alinhadas, para que possam apoiar e reforçar umas às outras.

Incongruências ou incompatibilidades entre estas variáveis provocam desnecessários gastos de tempo, energia e dinheiro.

Também podem levar a níveis altos de frustração, sentimento de impotência e insatisfação dos empregados. As cinco variáveis existem em todas as organizações.

Aplicações do Modelo dos Cinco P’s

O modelo dos cinco P’s pode ser aplicados nos seguintes campos da gestão

  • Gestão Estratégica.
  • Gestão de Qualidade.
  • Avaliação Organizacional.
  • Gestão de Mudanças.

 Passos no modelo dos cinco P’s

Os seguintes passos servem como uma descrição simplificada. Sugerimos a leitura do livro ‘Strategic Quality Management’ para maiores detalhes.

  1. Para o PROPÓSITO:
  • Faça a análise SWOT e Identificar os pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades;
  • Defina missão, visão, metas, objetivos e estratégias.
  • Identificar as competências da liderança.
  1. Para PRINCÍPIOS:
  •  Use uma equipe para desenvolver valores fundamentais para a organização.
  1. Para PROCESSOS:
  • Liste todos os processos.
  • Documente os processos usando fluxogramas, mapas de processos e/ou listas de controle.
  • Liste os proprietários dos processos. Se os proprietários não forem identificados, indique proprietários que vão fazer a documentação e melhoria do processo.
  1. Para PESSOAS:
  • Determine a medida na qual as pessoas estarão empoderadas e consequentemente os times serão formados.
  • Qual é o nível de auto orientação em times.
  • Que tipo treinamento é necessário?
  • Outras coisas relacionadas aos empregados.
  1. Para PERFORMANCE:
  • Identificar que medidas estão ou devem estar vigentes.
  • Estabelecer indicadores-chave de desempenho (KPIs) e linhas de base.
  • Monte um sistema de métricas que tem como objetivo a melhoria constante.
  • Monitorare os KPIs ao passar do tempo.

 Vantagens do modelo dos cinco P’s

  • O modelo dos cinco P’s pode ser usado a nível corporativo e em todos os níveis da organização.
  • O modelo dos cinco P’s é aplicável a organizações de todos os tipos e tamanhos.
  • O modelo dos cinco P’s pode ser aplicado em conjunto com um leque de outras teorias de gestão e liderança, conceitos e ferramentas.
  • O modelo dos cinco P’s é atemporal. Não vai se tornar “desatualizado” só porque outras teorias são introduzidas.

 LIMITAÇÕES do modelo dos cinco P’s

  • Pessoas aplicando o modelo dos cinco P’s precisam individualmente ou como um time compreender não só conceitos básicos de gestão e liderança, como também gestão estratégica, desenvolvimento organizacional, gestão de processos e pensamento de sistemas.

Fonte: Dr. Mildred Golden Pryor, J. Chris White e Dr. Leslie A. Toombs – Strategic Quality Management, A Strategic Systems Approach to Continuous Improvement

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *