Consultoria Econômica

Fusões e aquisições

Fusões e aquisições

O que são fusões de empresas? Fusão de Empresa é um termo geral usado para se referir à consolidação de empresas. A fusão é associação de duas empresas para formar uma nova empresa. O que são aquisições de empresas? Por outro lado, aquisição é a compra de uma organização empresarial por outra onde nenhuma nova empresa é formada. As aquisições são muitas vezes feitas como parte da estratégia de crescimento organizacional. Neste sentido, será mais benéfico assumir operações e nichos da empresa absorvida comparativamente aos Continue lendo

WACC weighted average cost of capital

WACC weighted average cost of capital

WACC Weighted Average Cost of Capital O WACC é a medida das empresas que criam valor para os acionistas por estes ganharem um retorno sobre o seu capital investido cujo retorno é superior ao custo desse capital.  O CMPC (Custo Médio Ponderado de Capital) é uma expressão desse custo. O WACC é usado para ver se o valor é agregado quando determinados investimentos são planejados ou estratégias, projetos ou compras são realizadas. Este indicador é apresentado em formato de percentagem, como uma taxa de juros. Continue lendo

CAPM Capital Asset Pricing Model

CAPM Capital Asset Pricing Model

CAPM – Capital Asset Pricing Model O CAPM – Capital Asset Pricing Model ou MPAC – Modelo de precificação de ativos de Capital é um modelo econômico para a avaliação de ações, valores mobiliários, derivativos e/ou outros ativos, relacionando risco com rentabilidade esperada (retorno). O CAPM é baseado na ideia de que os investidores exigirão um retorno esperado adicional (denominado prêmio de risco) caso sejam convidados a aceitar um risco adicional. A explicação do modelo CAPM Capital Asset Pricing Model. O CAPM foi inicialmente apresentado por Continue lendo

Ceteris Paribus

Ceteris Paribus

O que é Ceteris Paribus? Ceteris Paribus é um termo da língua latina que significa “todas as demais coisas permanecem iguais”. O termo indica que todas as demais variáveis que possam influenciar o problema em estudo serão mantidas constantes; Ceteris Paribus é uma restrição introduzida em um argumento ou afirmação para permitir que uma variável ou mais variáveis possam mudar, mantendo as demais variáveis constantes, tais como, “Se reduzirmos os nossos preços por cento X, Ceteris Paribus, a nossa receita de vendas deve subir por Continue lendo

O que é sustentabilidade?

O que é sustentabilidade?

Nós ouvimos falar das palavras: “sustentável” e “sustentabilidade” diariamente através da mídia. Mas, o que Sustentabilidade realmente significa? – É algum tema relativo a pessoas e cultura, é sobre o meio ambiente, ou sobre empregos ou sustentabilidade financeira e empresarial? Tem haver com cidades, Estados, o País ou o mundo? É algo que você deve preocupar-se ou é algo apenas para terceiros ou para os cientistas se ocuparem? A Sustentabilidade não é apenas a sustentabilidade ambiental, mas social, cultural, urbana, econômica e financeira. Sustentabilidade tem Continue lendo

TCU: Debêntures tributárias são ilegais

TCU: Debêntures tributárias são ilegais

Conceito de Debêntures As Debêntures são títulos Privados de Dívidas (Títulos de Crédito) emitidos por Empresas S/As – Sociedades Anônimas com a promessa de juros e/ou correção monetária ao investidor para captar recursos no mercado Financeiro e de Capitais. As Debêntures podem ou não ser constituídas com clausulas de regaste antecipado. As Debêntures são títulos geralmente usados pelas Empresas para obtenção de Capital de giro ou vinculados a projetos de investimento com vencimento no médio ou no longo prazo. O PL 36/2014 e a Criação Continue lendo

União europeia

União europeia

A União Europeia Com a Europa em situação caótica após a segunda guerra mundial foi sugerido surgiu pelo ministro dos Negócios Estrangeiros francês Robert Schuman num discurso em 9 de Maio de 1950 a ideia de integração Europeia. Esta data é hoje comemorada como “Dia da Europa”. A ideia de Schuman foi levada adiante e em 1951, foi formada a CECA – Comunidade Europeia do Carvão e do Aço. Os seis países membros fundadores da CECA foram: Bélgica, França, Alemanha Ocidental, Itália, Luxemburgo e Países Continue lendo

Euro: o sonho da integração

Euro: o sonho da integração

O EURO Segundo o BCE – Banco Central Europeu, as notas e moedas do Euro foram postas a circular no ano de 2002, no entanto, o planejamento e a preparação de sua entrada no mercado precedem ao começo dos anos 1990. Em 07/02/1992 o Tratado de Maastricht que criou a União Europeia foi assinado. O tratado detalha as competências do Banco Central Europeu (BCE), dos 12 países e seus respectivos Bancos Centrais da Zona do Euro quanto à emissão de papel moeda. Também reza que Continue lendo

A escola austríaca: ciclos econômicos

A escola austríaca: ciclos econômicos

Teoria Austríaca dos Ciclos Econômicos A teoria Austríaca é um modelo refinado dos pressupostos de equilíbrios da teoria clássica, trata-se de argumentos semelhantes revestidos com uma roupagem mais sofisticada. Para Thornton (2011) a percepção da Escola Austríaca sobre o ciclo de negócios é relativa à teoria do preço e das preferências temporais. A Escola Austríaca não presume a existência de uma mão invisível, mas também não nega sua existência. Busca explicar o porquê da existência de clusters de erros empresariais que estariam na causa dos Continue lendo

Keynes teoria anticíclica

Keynes teoria anticíclica

A Visão Keynesiana: Teoria Anticíclica O principal problema mundial a ser enfrentado na grande depressão de 1929-1933 era o desemprego crónico. O receituário até então indicado pelos economistas clássicos para o problema do desemprego é a existência de salários flexíveis. O desemprego na ótica dos Economistas clássicos era uma questão pontual que se ajustaria automaticamente para o nível de emprego pleno ao longo do tempo pelo efeito da mão invisível do mercado. A lei de Say previa a hipótese de a oferta criar sua própria Continue lendo